Cincinato | Brasil

Início » Uncategorized » O dia “D” brasileiro

O dia “D” brasileiro

JC Berka

Neste 13 de março o Povo Brasileiro, fará sua “ escolha de Sofia”.

Neste dia, enviaremos ao Mundo a mensagem de que escolha tomamos para os rumos que nortearão nosso País.

Da resultante, teremos o respeito mundial ou a continuidade da imagem de que “não somos um país sério”; agora reforçada pela de que somos um país de ladrões !

Há oito anos atrás, a banda Os Titãs, produziram o que hoje pode ser o hino do inconformismo com o descalabro político brasileiro, a música

 

VOSSA EXCELÊNCIA

0

Temos que escolher de que lado estamos.

Estaremos ao lado daqueles que até a presente data usufruíram de governos corruptos conduzidos por um simulacro de ideologia que mascara o animus delinquendi, duma patota que nunca viu mel e que quando viu, lambuzou-se?

Estaremos do lado daqueles que vivem numa zona de conforto, conseguida à custa de uma omissão covarde e criminosa?

Estaremos do lado daqueles que constituíram o mais acabado sistema de agiotagem oficial, enriquecendo a banca nacional e internacional, empobrecendo o povo, liquidando seu poder de compra e colocando em risco sua subsistência?

Estaremos do lado dos responsáveis pela cristalização do crime organizado, entranhado em todos os setores da vida nacional, constituindo-se na Economia Bandida, a única que prospera neste cenário de terra arrasada?

Estaremos do lado de gente que consciente ou inconscientemente, conspira para a destruição dos valores pátrios, tentando arrebentar com a família, incentivar o consumo de drogas, obstaculizar a liberdade de credo e crença, estimular a erotização precoce de nossas crianças, legalizar os jogos de azar, adotar como prática de política partidária a “lei do Gerson”?

Estaremos do lado de políticos que até ontem integraram a base de apoio do governo maldito, usufruindo das benesses e maracutaias do amancebamento com lobistas, doleiros e empresários?

Estaremos junto com aqueles que sem pejo ou remorso, vendilhões da Pátria, traidores de seu povo, incensam a Mamon, genuflectados diante de propinas e subornos?

Estaremos de mãos dadas com uma oposição que não honra a votação expressiva que teve dos descontentes, e que covardemente, omite-se acumpliciando-se com a situação, tentando como avestruz, ocultar-se das próximas denúncias?

Estaremos juntos com lideranças que desfibradas por vida viciosa, refém de suas fraquezas, ameaçadas por chantagistas de serem denunciadas por pecadilhos da vida privada, acovardam-se e tornam-se coniventes com o desgoverno?

Ou estaremos ao lado de milhões de brasileiros que perderam seus empregos?

De milhares de empresários que tiveram que fechar suas portas?

Ou estaremos dos infelizes que penam nas emergências dos hospitais; de alunos prejudicados pela falta de meios e professores; do cidadão acuado por uma criminalidade cada vez mais assustadora e desassistida por uma polícia ineficiente e muitas vezes corrupta; dos aposentados que enfrentam o constante corroer de suas aposentadorias, ameaçados constantemente pela falência do sistema previdenciário; dos jovens que são manipulados solertemente por um processo educacional ideologizado, tangidos para um mercado de trabalho inexistente.

Enfim, de que lado estaremos? Por quem vamos lutar?

Até onde vai nossa indignação? Ou já estamos anestesiados, indiferentes a tudo que aí está?

Estamos dispostos a pagar o preço da mudança?

Estamos prontos para fazermos oposição ferrenha aos inimigos da Pátria, sabedores que somos e conscientes que estamos que esse processo não dar-se-á sem luta e, infelizmente, sem sangue?

Então, cabe a cada qual sua escolha. Nossa vida, individual e coletiva é construída em face das escolhas que fazemos.

Devemos assumir nossas responsabilidades como homens, como pais, como profissionais, como cidadãos.

Devemos assumir o protagonismo da almejada mudança. Não espere pelo políticos. Por Salvadores da Pátria.

Não espere pelos “heróis” construídos pela mídia.

Herói é você, que enfrenta as adversidades diárias, as vicissitudes de cidadão de um país conduzidos por uma corja sem compromisso com seu povo.

Herói é você que mesmo diante da crise que atravessamos, não perdeu a esperança e ainda está motivado a lutar por um país mais justo e fraterno. Por uma sociedade mais igual.

Por um Brasil que realmente seja de todos que o habitam, que o constroem diuturnamente e que devemos proteger dos apetites internacionais e de seus cúmplices internos.

Que você diante do embate que se aproxima, fique do lado certo:

Fique do lado do Brasil!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: