Cincinato | Brasil

Início » Uncategorized » PETRÓLEO E CRIME ORGANIZADO I

PETRÓLEO E CRIME ORGANIZADO I

                                                                   JC Berka

As ameaças à LAVA JATO, consubstanciadas em mobilização da corja política criminosa, coreografia de rábulas homiziados no STF, advogados “espertos” verdadeiros “consiglieri” do crime organizado, agentes da Lei cooptados e Judiciário macomunado, prenunciam horizontes plúmbeos para o país.

Estamos caminhando a largos passos para um conflito intestino, que certamente enlutará a Nação Brasileira. Várias vezes já me manifestei de que o tecido social esgarçado, não se recuperará sem sangue. Infelizmente, diante da irredutibilidade de ambos lados, o conflito se agudizará. Só uma sangria recuperará a sanidade nestas plagas.

O entranhamento do crime organizado nas diversas esferas do Poder, a criminalização do estamento empresarial, a impunidade reinante, somente foram ameaçados no Brasil, pela ação moralizadora e saneadora da Operação LAVA JATO. Polícia Federal e Ministério Público, em força-tarefa, mostraram o norte e deram o exemplo. Fizeram-nos acreditar que na terra do “jeitinho”, é possível recuperarmos a brasilidade e o respeito do concerto da Nações.

Resultados foram obtidos. Poderosos estão atrás das grades, e executivos, políticos e bandidos, estão com as barbas de molho.

Mas a reação já se faz sentir. Quando até  Temer está ameaçado de prestar contas, diante de delações que o mencionam como envolvido em malfeitos, a fala constante nos corredores do Poder, é “ A LAVA JATO foi longe demais.”

Pois bem, essas figuras espúrias dissociadas da realidade, cevadas no conforto das maracutaias de um governo de compadrio, desfilam airosas certas da proverbial impunidade nestas plagas.

Ledo engano. O povo está cansado de pagar o pato que não comeu.

“Quem pariu Mateus que o balance!”.

Roubalheira geral. Concentração criminosa de renda. Estado falido e inerte. E agora, todos são chamados para apertarem o cinto, postergarem sonhos, abreviarem suas vidas, em benefício de uma “elite” doentia, libertina e arrogante que se julga acima da Lei, e com direitos sonegados ao resto da população.

Neste momento da vida nacional, todos são chamados ao bom combate.

Nestes tempos bicudos, Caxias faz falta: “Sigam-me os que forem brasileiros!”.

Quero dar minha contribuição.

A LAVA JATO tem focado nas falcatruas da Petrobrás com empreiteiras. Por osmose, tem chegado a outras áreas.

Mas gostaria que o alvo das investigações fosse ampliado.

Que fossem mais fundo. Que se debruçassem sobre a manipulação do subsolo brasileiro.

Que a ANP – Agência Nacional do Petróleo, fosse investigada. Desde sua criação. Estou certo de que atos lesivos aos interesses pátrios foram e continuam sendo praticados. Que tem gente hipotecando nosso futuro sem nossa anuência.

Rodadas licitatórias, autorizações para importação de petróleo, solvente, ureia, fossem escaneadas.

Que contratos de suporte técnico fossem colocados sob uma lupa.

Que a carreira profissional de executivos da Agência fosse acompanhada após sua saída da mesma. Se a devida quarentena foi observada. Se protocolos de confidencialidade foram observados.

Enfim, se o patrimônio brasileiro foi assegurado. Se houve preocupação e compromisso com as futuras gerações.

 

 

JC Berka é Consultor em Segurança e autor do livro

EXECUTIVOS, POLÍTICOS & BANDIDOS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: