Cincinato | Brasil

Início » 2017 » junho

Arquivo mensal: junho 2017

PEDOFILIA – A DIABÓLICA TEIA OCULTA DO PODER I

JC Berka

 

 

Ana Lídia Braga, Araceli Cabrera Sanchez Crespo e milhares de pequenos brasileiros vítimas da sanha de monstros com aparência humana.

Pedofilia, a perversão da natureza humana desde tempos imemoriais. Em certas culturas a leniência da sociedade arroga costumes e práticas místicas e religiosas. Mas em todo o mundo, esta chaga questiona nossa alegada racionalidade e o “feitos à Imagem  Semelhança de Deus”!

Não pretendo fazer, neste texto, abordagem ética, sociológica, espiritual, ou jurídica.

Quero focar no instrumento diabólico de manipulação do Poder, nos fenômenos inexplicáveis que permeiam acontecimentos políticos, sociais e econômicos. Numa ferramenta, metodologia e prática de dominação da sociedade.

Via de regra, ao abordarmos este tema, restringimos nossa ótica ao fenômeno patológico das ocorrências pontuais, ou à atividade do crime organizado, através de crimes cibernéticos. Fixamos nos anormais que violam filhos, enteados, alunos, vizinhos, e todos os inocentes que, por incúria ou comprometimento daqueles que os deveriam proteger, protagonizam esta chaga humana.

Na contemporaneidade, novo enfoque: a atuação do crime organizado, gerando 30 % do tráfego mundial da Internet, em pornografia, quase que sempre retroalimentada pela pedofilia e só perdendo para o tráfico de drogas, em volume financeiro.

O que pretendo, é estimular a reflexão para melhor análise de fenômenos, sociais, políticos e ideológicos de são debitados açodadamente à coincidências ou ao imponderável.

Nada acontece por acaso.

Há dois anos atrás, ao prestar meus serviços profissionais na França, tive contato, com personagens e suas atuações que me deram uma nova visão para análise de muitos fatos que até a presente data, para mim, eram inexplicáveis.

Na busca de respostas, tomei conhecimento, inicialmente, do relatório DUTROUX.  Este pedófilo belga, galvanizou as atenções do público , saturou a mídia local e, espraiando-se por toda Europa e cruzando o Atlântico, chegou aos Estados Unidos e Canadá, dando uma nova dimensão do alcance das redes de Pedofilia.

Levantamentos realizados pelo FBI e INTERPOL, detectaram que este crime hediondo, atravessava fronteiras, permeava todas as classes sociais, porém o surpreendente, e logo abafado, foi o comprometimento de membros de casas reais da Europa, banqueiros internacionais, políticos de grande expressão e mega empresários. Além de membros do clero católico e lideranças religiosas de diversas denominações.

A partir daí, com a contribuição de estudiosos no assunto e pesquisas, deparei-me com a constatação de que a Pedofilia desempenha um importante papel, senão o principal, de manipulação de elementos e grupos no afã de obtenção do domínio político e sócio-econômico.

Assim como inexiste Crime Organizado sem comprometimento de policiais, políticos, judiciário e bancos, a Pedofilia, estriba-se, também, na ação ou omissão, de autoridades policiais, juízes, membros do Ministério Público, profissionais da área médica, da área de ensino, religiosos e profissionais da Psicologia e Serviço Social. Militares e Diplomatas. Políticos e empresários. Profissionais da Cultura e do Entretenimento. Enfim, esta lepra, trazida desde a Antiguidade, aprimorou-se através dos tempos, constituindo-se na mais solerte e hedionda manipulação do lado negro da humanidade.

É notória a utilização do sexo para a consecução de objetivos escusos. Mas a Pedofilia é um instrumento mais refinado e letal, pois, encapsula seu praticante e o torna facilmente manipulável, sob a ameaça e chantagem de tornar público o realizado em privado.

Levando-se em conta as nuances destas práticas, eivadas de sadomasoquismo, de liturgias ligadas a Satanismo e sociedades secretas, além de toda casuística pontual e sem laços com organizações, os cordéis do Poder Oculto manipulam marionetes de todos os quilates, refém de suas abjetas paixões e compulsões.

Equivalente ao Deep State, norte-americano, o Estado-Esgoto brasileiro, possui como elemento constitutivo e fator preponderante, a Pedofilia. Muitos fatos inexplicáveis, muito poder concentrado em figuras improváveis, pode-se debitar ao poder criminoso de manipulação desta excrecência humana.

Tenho certeza que a Força-Tarefa da LAVA JATO, que adotou como metodologia seguir o dinheiro e as delações premiadas, chegará, no devido tempo à descobertas das redes de Pedofilia imbricadas ao Poder Político e Econômico. Então far-se-á Luz sobre episódios nebulosos e figuras das sombras.

Então, teremos a chance de construirmos uma sociedade mais justa e igualitária, sem colocarmos para baixo do tapete esta nódoa que conspurca nossa civilização.

Deveremos aproveitar de que os ventos são favoráveis para este combate, tendo em vista alguns fatos significativos no cenário internacional.

PUTIN, acusado de autocrata, inegavelmente um nacionalista comprometido com o resgate da Alma Russa, encetou um combate à Pedofilia, ciente que é, na qualidade de profissional da área de Inteligência, como esta atividade corrompe a sociedade, arrebenta com a família e destrói o indivíduo. Mais, sabe do Poder das Sombras, que intenta o governo mundial, destruindo as nacionalidades.

DONALD TRUMP, que se elegeu com promessa de recuperar o American Way of Life, combatendo o Deep State, e daninhas influências exógenas, elencou como uma de suas prioridades o combate à Pedofilia.

O PAPA FRANCISCO, após estudo e diagnóstico das mazelas do Vaticano e da Igreja Católica, assumiu o compromisso do combate à Pedofilia, dentro e fora da Igreja.

• Quando a ação investigativa e punitiva da corrupção e do crime organizado atingir o patamar do combate a Pedofilia, veremos em plagas brasileiras muitos suicídios espontâneos ou “patrocinados” de figuras públicas ou expoentes do mundo empresarial.

Será a Purga Redentora, que se torna imperativa para reconstrução da nacionalidade e recuperação da Brasilidade.

Assim Espero.

 

 

JC Berka é consultor em Segurança e autor do livro

EXECUTIVOS, POLÍTICOS & BANDIDOS

 

Anúncios